segunda-feira, 19 de outubro de 2015

[Aquisições] Collection Haul 2015 – Parte 8 / C


Finalizando este oitavo Collection Haul do ano, trago os últimos sete itens da lista. Decidi que esta é, muito provavelmente, a última postagem neste formato extenso e detalhado. Queria pelo menos concluir o ano fazendo o registro de aquisições para minha biblioteca pessoal, mas, em definitivo, esse tipo de postagem é não só uma atividade cansativa, como improdutiva, ou até mesmo insignificante em geral. 

Talvez, o momento no qual me encontro seja imperativo quanto a rever as publicações neste blog. É possível que o meu nomadismo virtual esteja neste momento mais forte do que nunca, gritando para que eu "desapareça" mais uma vez e recomece algo totalmente novo, pelo menos para mim. 
O tempo me dará as respostas. Por enquanto, deixo mais alguns comentários sobre mais alguns títulos que foram inseridos na coleção em maio deste ano.

O mestre e Margarida
O que me atraiu no romance O mestre e Margarida do Mikhail Afanasevich Bulgakov é que, além de estar listado em 1001 Livros para Ler Antes de Morrer, um dos meus projetos de leitura, toda a trama envolve uma visita do diabo a Moscou no início da segunda década do século passado.

Pelo que li, há muitas influências de peso na obra (como Goethe, Tolstói etc.), no tema e no estilo, por exemplo. Preciso ler e conhecer a escrita desse autor. Fora isso, é uma edição da Alfaguara Brasil, tem orelhas, páginas em cor amarelada. Eu gosto muito dos livros dessa editora. A tradução do russo foi feita por Zoia Prestes.




Morte e vida severina
Eu li Morte e vida severina quando estava cursando o ensino médio. Lembro-me que na época até assisti à adaptação cinematográfica (1977) de Zelito Viana. A obra é referência na literatura brasileira e está listada na 13º posição dos 100 livros essenciais da literatura brasileira (Revista Bravo!) e o João Cabral de Melo Neto consta no livro 501 Grandes Escritores, na parte dedicada aos “Grandes escritores brasileiros”. Creio que além das qualidades literárias já reconhecidas pela crítica, esta é uma obra de leitura obrigatória! Essa edição da Alfaguara contém outros poemas do autor.











20 mil Léguas Submarinas
Aqui temos mais uma bela edição da Zahar (quero todas!!!) da sua coleção de clássicos. Não é à toa que a obra é intitulada como definitiva. Além de comentada, é ilustrada com desenhos originais (são mais de setenta). A tradução e as notas são de André Telles e a apresentação é de Rodrigo Lacerda. Se essa edição não for suficiente para empolgar o leitor, é bom mencionar que Jules Verne é um dos 501 Grandes Escritores.



























Metal Gear Solid e Metal Gear Solid – Sons of Liberty
Já declarei diversas vezes o meu amor à série Metal Gear Solid, a favorita do meu marido. Esses quadrinhos foram comprados para dar de presente a ele. Metal Gear Solid  tem roteiro escrito por Alex Garner e é baseado no jogo homônimo de 1998 e reúne 12 volumes lançados originalmente nos EUA em 2004.









Metal Gear Solid – Sons of Liberty também compila 12 volumes originais e o roteiro é de autoria de Kris Oprisko. Em ambas a arte é Ashley Wood. As duas graphic novels são totalmente coloridas em papel couchê brilho – cada uma com 272 páginas – e têm capa cartonada (um pena não ser capa dura L). As publicações da NewPop além de diferenciadas, vêm se destacando pela qualidade do material. Apesar do preço, vale a pena investir.









2001 Uma Odisseia no Espaço
Esse é o primeiro da tetralogia de ficção científica – Odisseia no Espaço – escrita por Arthur C. Clarke em 1968. Dos livros da saga, dois foram adaptados para o cinema, sendo que 2001 Uma Odisseia no Espaço foi escrito concomitantemente à versão cinematográfica, dirigida por Stanley Kubrick. O livro foi publicado logo após o filme.

O diferencial dessa edição de luxo é o design da caixa e, especialmente, do livro, um bloco todo preto, sugerindo o monólito alienígena do filme, ao mesmo tempo em conjunto com a caixa lembra uma fita VHS. – A mente criativa por trás desse projeto de capa é designer Pedro Inoue, o mesmo autor da capa da edição comemorativa de 50 anos de Laranja Mecânica.

A edição, que é inédita no mundo, traz como extras: In memoriam, texto de Clarke para Kubrick; um Prefácio à edição do milênio, escrito pelo próprio autor; os contos que serviram como base ao livro e ao roteiro do filme: A Sentinela e Encontro no Alvorecer.

















1001 Videogames Para Jogar Antes de Morrer
Comprei esse livro para ele. E vejo mais como um tipo de livro para se ter como material de consulta do que para ser lido do começo ao fim. Mas já dei uma boa folheada nele e eu tenho absoluta certeza de que eu vou morrer sem jogar 10% do que consta nesse livro. A lista é recheada de jogos que eu nem sabia que existiam, mas contém os essenciais das plataformas mais recentes de videogame.