domingo, 27 de setembro de 2015

[Análise] Savanna Game – The Comic 1 ~ Ransuke Kuroi e Eri Haruno - JBC/Ink |MANGÁ|


Dos mangás lançados recentemente pela JBC, fiquei interessada em Parasyte (esse em 1º lugar!), Ultraman e Savanna Game. É sobre este último que vou falar neste post. Eu ainda não li o mangá propositalmente, pois essa uma postagem de análise baseada apenas em impressões iniciais e também em aspectos gráficos do título, certo?

Savanna Game (サバンナゲーム The Comic) é o segundo mangá lançado pelo selo Ink Comics da editora JBC e está ainda em andamento no Japão, atualmente no 6º volume. O título, que pertence ao gênero survival, vem sendo publicado desde 2012 pela Shogakukan, na Everystar, uma revista seinen.


A história, escrita por Ransuke Kuroi com desenhos feitos por Eri Haruno, é basicamente sobre um grupo de participantes de um jogo mortal em estilo RPG que se dará numa espécie de reality show, a fim de conquistar um prêmio. Os jogadores deverão não apenas se enfrentar, como também lutar contra diversas criaturas (folheando o mangá, vi vários elementos que me chamaram a atenção: dragões, espadas, samurais...), de modo que no final reste apenas um participante vivo.



Particularmente, gostei da arte de Haruno. Há uma diferença significativa no traço das personagens e eu acho isso importante, pois é chato um mangá em que toda as personagens têm fisionomias praticamente iguais. Selecionei algumas imagens que ilustram bem essa diferença.









Falando dessa edição da JBC... O mangá tem uma capa que é bem próxima da sobrecapa da edição original japonesa (interessante... o resumo é em inglês...). Eles mantiveram a ilustração, ao invés de colocar a tradicional capa espelhada dos mangás nacionais. Já ganhou um ponto! Além disso, as capas internas são coloridas (parece que são ilustrações da capa do mangá original, quando se retira a sobrecapa) e com ilustrações diferentes! Dois pontos! Ah, a contracapa traz um resumo.






Ambas as ilustrações das capas internas constam nas primeiras páginas do mangá, em preto e branco. Diferente de outros títulos, Savanna Game não tem um índice. Desse modo, após as duas ilustrações em preto e branco, já se dá o início da história. Infelizmente, não há páginas internas coloridas e o papel usado é aquele padrão usado pela editora, o do tipo jornal.



O primeiro volume um total de 184 páginas, incluindo aí, os extras (uma página de história extra e uma ilustração para “agradar os machos” com texto curto de Eri Haruno), propaganda e o tradicional aviso indicando a correta leitura do mangá.







As folhas do miolo são em papel brite 52g. A cor dele é branco acinzentado, diferente das folhas de Genshiken, por exemplo, que é mais num tom creme (tem foto comparativa abaixo).




O formato é 13,5 x 20,5 cm, maior que o de Kill la Kill que tem tamanho 12 x 18 cm (também tem foto comparativa). A lombada ficou bem bacana também. O mangá tem classificação indicativa para maiores de 16 anos e está custando R$ 12,50.


A distribuição de Savanna Game é nacional e a periodicidade, mensal. Será se quando alcançar a publicação japonesa, o mangá entrará em hiato como outros títulos da editora? Espero que até lá, o autor já tenha lançado mais algum volume e espero também que este não seja um título que ultrapasse 10 volumes.

E mais ainda: espero que a história seja realmente boa para que eu me motive a continuar comprando, pois é de um gênero que, apesar de ultimamente ter sido muito explorado, eu gosto bastante também. Tomara que o enredo me surpreenda de alguma forma e não caia em clichês!

Savana Game – The Comic 1
Autor: Ransuke Kuroi (história); Eri Haruno (desenho)
Editora: JBC (selo Ink Comics)
ISBN: 978-85-69212-04-1
Formato: 13,5 x 20,5 cm
Papel: brite 52g
Capas internas coloridas: sim
Páginas coloridas: não
Páginas: 184
Periodicidade: mensal
Distribuição: nacional
Preço: R$ 12,50
Classificação: +16 anos


Até a próxima!

~Nana~

domingo, 20 de setembro de 2015

[Maratona de Leitura] #01 – NANA, Ai Yazawa – 21 volumes |MANGÁ|


Hoje estou iniciando mais uma seção de postagens dedicada às leituras ininterruptas de volumes de uma mesma obra. Pode ser uma obra literária ou mesmo quadrinhos. Não vai funcionar como resenha, mas apenas para registrar a conclusão da leitura de um determinado título, especialmente títulos seriados. E, para essa primeira edição, escolhi o mangá NANA de Ai Yazawa, composto de 21 volumes. 

Não é a primeira vez que faço esse tipo de leitura ou atividade sequencial. Já fiz também com séries, sagas literárias, filmes seriados, animes etc. Mas achei que seria uma boa compartilhar esse tipo de experiência aqui no blog. Gostei de ter começado com um mangá, especialmente com NANA, pois não é um mangá qualquer. NANA é uma das histórias que eu mais amo e creio que seja o mangá shoujo / josei favorito de muitas outras pessoas. Foram dias intensos, os das duas últimas semanas. A leitura de NANA não foi fácil, mas nem por isso deixou de ser divertida. Afinal, se o drama percorresse todas as páginas... eu não sei se conseguiria chegar logo ao “final”.

Posso dizer que os últimos dois volumes foram os mais difíceis. Se você ainda não leu a história, não se preocupe, não vou comentar nada a respeito neste texto. Vou apenas deixar registrado nessa página do meu precioso diário o quanto foi difícil terminar esse mangá. Perdi a conta das vezes que chorei... E foi mais difícil ainda por saber que Nana não tem (e, pelo visto, não terá) uma conclusão.

Que desespero, que agonia... Um enredo tão bem desenvolvido e claramente ampliado a um ponto em que o desfecho é essencial!!! Não é o caso das histórias que ficam com final em aberto. O mangá mistura duas linhas temporais: presente e futuro (ou, dependendo do ponto de vista, passado e presente). E converge para um ponto totalmente obscuro, pois muita coisa não foi revelada, muitos eventos não foram explicados! Só restam suposições, hipóteses... E gritar e gritar de raiva pelo fato da mangaka ter decidido não finalizar NANA.

Eu quis ter feito um diário de leitura para esse mangá, mas desde que comecei, mal sobrava tempo à noite para ler o próximo volume... Então, para isso eu teria que suspender a leitura e postar no blog sobre a minha experiência a cada volume lido. Eu não conseguiria. A ansiedade para chegar em casa e continuar a leitura era enorme. Li um após o outro e só fui desacelerar no vigésimo, por causa do rumo que a história tomou e também pelo triste fato de não ter mais nenhum volume após o 21º. L

É difícil ainda dizer o que estou sentido após a leitura de NANA. Eu já havia assistido ao anime, há algum tempo e o filme também... Mas o anime, por exemplo, só adaptou o mangá até o 12º volume. A forma como a história foi conduzida... Ficaram muito mais pontas soltas do que antes, eu acho. Eu fico me perguntando qual era o plano da autora... Ir até que volume? Ou: até que ponto da história? Bom, ainda resta uma pontinha de esperança de que ela, um dia, nos presenteei escrevendo pelo menos um final apropriado para o mangá.


Já estou lendo “Prophecy” de Tetsuya Tsutsui, mas não sei se foi a melhor escolha de leitura para este momento. Em outubro, vou iniciar outra maratona de um mangá bem conhecido e também um dos meus favoritos! Qual será, hein?! No começo de outubro eu revelarei o nome. Ok? Até!

***Atualização do post: o volume 21 do mangá Nana publicado no Brasil pela editora JBC termina com o capítulo 80. Eu não sabia, mas descobri que há pelo menos mais quatro capítulos escritos pela autora (81, 83, 83 e 84) ainda não compilados em um volume (que seria o 22º). Quem se interessar em ler estes capítulos (em português) e os demais pode encontrá-los aqui: Mangás Project.

~Nana~

segunda-feira, 7 de setembro de 2015

[Coleção] Mangás que estamos comprando #1


Desde o primeiro semestre estamos comprando mais mangás do que nos anos anteriores, então resolvi criar um post para mostrar os títulos que estamos colecionando. Nesta primeira parte, vou falar sobre os mangás da JBC publicados em 2015. Algumas coleções já estão concluídas, outras estão sendo publicadas e há ainda as que foram lançadas recentemente.  

Alguns títulos não estarão neste post, ou porque não estamos colecionando, ou porque ainda não recebemos o primeiro volume. Há também os títulos mais recentes, cujo primeiro volume não compramos ainda. Esses ficarão para posts futuros. As coleções concluídas, como Steins;Gate, Green Blood, por exemplo, também não aparecerão neste post. Por enquanto, mostrarei apenas as que estão sendo publicadas e que já temos pelo menos o volume 1. Ah, antes das informações de cada mangá, inseri a sinopse do primeiro volume.

JBC

1.   Chobits Edição Especial


Chobits é um relançamento em formato especial. O mangá foi lançado pela editora anteriormente em 2003, totalizando 16 volumes em formato meio-tanko. A nova edição, que começou a ser publicada em maio deste ano, segue a quantidade de volumes da publicação original japonesa, isto é, oito no total.  Um ponto negativo dessa nova edição é que as capas internas são totalmente brancas.

Esse mangá nunca deu as caras pela minha cidade (provavelmente virá na fase 2) e como é um título que eu realmente queria colecionar há algum tempo, resolvi pagar um pouco mais caro (por causa do frete) e pegar a edições na época do lançamento da fase 1 para evitar os volumes amassados, sujos ou defeituosos que normalmente aparecem na fase 2.


"...vendo assim, parece uma garota como qualquer outra."
Hideki Motosuwa encontra uma persocom, um computador-androide, jogada no lixo. Agora, o jovem vai conviver com a "gracinha" Chii, que, em teoria, fará tudo que seu dono mandar...Essa é a história de Chobits, mais um clássico do Clamp que retorna ao Brasil em edição especial.


Chobits 
Autor: CLAMP
Publicação original: Revista Young Magazine, de 2001 a 2002
Status: finalizado
Total de volumes: 8
Editora: Kodansha
Demografia: Seinen

Edição Nacional
Formato: 13,5 x 20,5 cm
Papel: offset
Capas internas coloridas: não (brancas)
Páginas internas coloridas: sim
Orelhas: não
Média de páginas: aprox. 200
Periodicidade: mensal
Distribuição: nacional
Preço: R$ 16,90
Classificação etária: maiores de 16 anos
Última edição publicada: fase 1 – 4º volume (agosto)
Onde estou comprando: Comix Book Shop

 * * *

2.   Enigma


Recentemente, eu ganhei do meu marido o volume um, que ele comprou diretamente na banca. Isso indica que a minha cidade está na rota de distribuição da fase 2. Eu não sei nada sobre esse mangá, mas em breve o primeiro volume será lido. Apesar de ser da fase 2, o meu volume está perfeito.


Sumio Haiba é um colegial comum... Isso, se ignorarmos que ele guarda um grande segredo: ele possui o “Diário dos Sonhos”, uma habilidade capaz de prever o futuro!! Certo dia, uma existência misteriosa que se autointitula “Enigma” reuniu à força sete pessoas com talentos únicos como Sumio! E agora começa a grande fuga deles enfrentando o próprio destino...!


Enigma
Autor: Kenji Sakaki
Publicação original: Revista Weekly Shonen Jump, de 2010 a 2011
Status: finalizado
Total de volumes: 7
Editora: Shueisha
Demografia: Shōnen

Edição Nacional
Formato: 13,5 x 20,5 cm
Papel: brite 52g
Capas internas coloridas: sim
Páginas internas coloridas: não
Orelhas: não
Média de páginas: aprox. 200
Periodicidade: mensal
Distribuição: nacional / setorizada
Preço: R$ 12,90
Classificação etária: maiores de 14 anos
Última edição publicada: fase 1 – 5º volume; fase 2 – 1º volume (agosto)
Onde estou comprando: banca

  * * *

3.   Hellsing Edição Especial


Assim como Chobits, Hellsing também é um relançamento em formato especial. O mangá também já foi publicado pela JBC, de 2008 a 2010, totalizando 20 volumes em formato meio-tanko, com cerca de 88 páginas cada. Nesse novo formato, o título será concluído com a mesma quantidade de volumes originais, 10 no total.

Hellsing tem distribuição nacional. Porém, por ser setorizada, ainda não chegou às cidades da fase 2. Como é outro título que eu estava esperando o relançamento, estou comprando pela internet também.


Para resolver o caso de um estranho pastor de hábitos macabros, é chamada a Organização Hellsing, responsável por livrar a Inglaterra dos males que espreitam na noite. Alucard é a principal arma da Hellsing contra estes seres, e sua história se cruza com a da novata Seras Victoria e a da chefe da organização, Integra Wingates Hellsing.


Hellsing
Autor: Kohta Hirano
Publicação original: Revista Young King Ours, de 1997 a 2008
Status: finalizado
Total de volumes: 10
Editora: Shōnen Gahōsha
Demografia: Seinen

Edição Nacional
Formato: 13,5 x 20,5 cm
Papel: offset
Capas internas coloridas: não
Páginas internas coloridas: não
Orelhas: não
Média de páginas: aprox. 200
Periodicidade: mensal
Distribuição: nacional
Preço: R$ 16,50
Classificação etária: maiores de 18 anos
Última edição publicada: fase 1 – 3º volume (agosto)
Onde estou comprando: Comix Book Shop

  * * *

4.   Kill la Kill


Comecei a assistir ao anime Kill la Kill e achei que valia a pena colecionar o mangá. Afinal, são só três volumes. Não vai pesar tanto no bolso assim. E por falar nisso, não sei como conseguiram produzir 24 episódios de um mangá tão curto... Eu não sei como está a distribuição desse título, mas se está sendo por fases, a minha cidade deve estar na fase 1.


Em um colégio onde os estudantes possuem uniformes que dão a eles poderes e habilidades especiais, a presidente do conselho estudantil, Kiryuin Satsuki sendo a mais forte e habilidosa toma a liderança da escola. Entretanto, uma nova estudante chamada Matoi Ryuko fica em seu caminho, decidida a descobrir quem é a misteriosa pessoa que causou a morte de seu pai, ela terá a ajuda de um estranho uniforme, que tem vida própria.


Kill la Kill
Autor: Ryo Akizuki; Kazuki Nakashin
Publicação original: Revista Young Ace, de 2013 a 2015
Status: finalizado
Total de volumes: 3
Editora: Kadokawa shoten
Demografia: Seinen

Edição Nacional
Formato: 12 x 18 cm
Papel: brite 52g
Capas internas coloridas: sim
Páginas internas coloridas: sim
Orelhas: não
Média de páginas: aprox. 180
Periodicidade: mensal
Distribuição: nacional
Preço: R$ 13,90
Classificação etária: maiores de 16 anos
Última edição publicada: 2º volume (agosto)
Onde estou comprando: banca

 * * * 

5.   Limit


Quando li a sinopse de Limit, eu fiquei realmente muito interessada em ler o mangá. Infelizmente, estou tendo que pagar um pouco mais caro também, pois minha cidade pelo visto ficou de fora da fase 1. Eu já li o primeiro volume e estou ansiosa para ler o segundo, que devo receber em breve. O terceiro já está saindo. O chato é que comprando na Comix, talvez só receba esse último em outubro.


Mizuki Konno leva a vida tentando se envolver o mínimo possível nos problemas que surgem à sua volta, se omitindo do bullying que suas amigas praticam. Porém, seu “mundo perfeito” cai por terra quando um acidente acaba com a vantagem de seu ambiente escolar e põe em xeque seu comportamento.


Limit
Autora: Keiko Suenobu
Publicação original: Revista Bessatsu Friend, de 2009 a 2011
Status: finalizado
Total de volumes: 6
Editora: Kodansha
Demografia: Shōjo

Edição Nacional
Formato: 13,5 x 20,5 cm
Papel: brite 52g
Capas internas coloridas: sim
Páginas internas coloridas: não
Orelhas: não
Média de páginas: aprox. 200
Periodicidade: mensal
Distribuição: nacional / setorizada
Preço: R$ 13,90
Classificação etária: maiores de 16 anos
Última edição publicada: fase 1 – 2º volume (agosto)
Onde estou comprando: Comix Book Shop

* * *

6.   Terra Formars


Terra Formars além de pertencer a um gênero de mangá que eu curto muito, tem uma história bem WTF que me fez pensar diversas vezes enquanto lia o primeiro volume: “que p**** é essa?”. Eu tinha planos de ver o anime à medida que fosse lendo os volumes.

Infelizmente, assisti ao primeiro episódio achando que se tratava da animação do primeiro volume do mangá, quando na verdade o anime conta a história a partir do segundo. O pior é que quando você começa a assistir essa p****, você não quer mais parar de assistir! E ainda tenho que ler o segundo volume!!!

Estou comprando diretamente da banca, mas meus mangás estão perfeitos! Amém! Se você é como eu, e curte também ficção científica com horror (e tenho nojo extremo de baratas!) e ação, tenha certeza de que vai encontrar isso e mais um pouco em Terra Formars.


Ano de 2599. O planeta Marte se encontra em pleno processo de terraformação. Toda a superfície foi coberta por uma espécie de alga e… outra forma de vida. Quinze jovens sem nada a perder são enviados para lá, na nave tripulada BUGS-2. Afinal, que organismos são esses que sofreram uma surpreendente e inesperada evolução naquele, até então, inóspito planeta…?!


Terra Formars
Autor: Sasuga Yu; Tachibana Kenichi
Publicação original: Revista Weekly Young Jump, desde 2011
Status: em andamento
Total de volumes: atualmente no 13º volume (Japão)
Editora: Shueisha
Demografia: Seinen

Edição Nacional
Formato: 13,5 x 20,5 cm
Papel: offset
Capas internas coloridas: sim
Páginas internas coloridas: não
Orelhas: não
Média de páginas: aprox. 200
Distribuição: nacional
Preço: R$ 14,90
Classificação etária: maiores de 16 anos
Última edição publicada: 2º volume (agosto)
Onde estou comprando: banca

 * * *

7.   The Seven Deadly Sins


Esse é um título cuja coleção quem iniciou foi o meu marido, mas eu lerei também o mangá em breve. Estou assistindo ao anime aos poucos junto com mais uns dez ao mesmo tempo. E estou gostando! Então, provavelmente, eu irei gostar do mangá também. 


No passado, os Sete Pecados Capitais eram cavaleiros que protegiam Brittania. Hoje, eles são fugitivos procurados pelo reino por conta de sua tentativa de golpe de estado há dez anos, quando os Paladinos, os cavaleiros mais fortes do reino, foram chamados para combatê-los.Ou pelo menos é essa a versão oficial. A princesa Elizabeth acredita que os Sete Pecados Capitais, na verdade, são a única esperança de salvação do reino, que supostamente teria sido tomado pelos Paladinos, os verdadeiros vilões! E assim, quando, por acidente, ela acaba encontrando um deles (Meliodas), começa a jornada da princesa em busca de todos os sete, nessa clássica aventura fantástica!


The Seven Deadly Sins
Autor: Nakaba Suzuki
Publicação original: Revista Shōnen Magazine, desde 2012
Status: em andamento
Total de volumes: atualmente no 14º volume (Japão)
Editora: Kodansha
Demografia: Shōnen

Edição Nacional
Formato: 13,5 x 20,5 cm
Papel: Brite 52g
Capas internas coloridas: sim
Páginas internas coloridas: não
Orelhas: não
Média de páginas: aprox. 200
Periodicidade: mensal
Distribuição: nacional
Preço: R$ 12,90
Classificação etária: maiores de 14 anos
Última edição publicada: 6º volume (agosto)
Onde estou comprando: banca

 * * *

8.   Wish


Wish é um shoujo que me deixou confusa pra caramba no começo da leitura, pois a identidade de gênero neutra do anjo Kohaku, que faz par amoroso com o médico Shuichiro, é explorada ora como feminina, ora como masculina. É um dos mangás que leio no mesmo dia em que recebo.


O anjo Kohaku deve pagar a dívida de gratidão que tem com Shuichiro, o homem que o salvou. Porém, ficar ao lado de Shuichiro na Terra, não será uma tarefa tão fácil…


Wish
Autor: CLAMP
Publicação original: Revista Mystery DX, de 1995 a 1998
Status: finalizado
Total de volumes: 04
Editora: Kadokawa shoten
Demografia: Shōjo

Edição Nacional
Formato: 13,5 x 20,5 cm
Papel: brite 52g
Capas internas coloridas: sim
Páginas internas coloridas: sim
Orelhas: não
Média de páginas: aprox. 200
Periodicidade: mensal
Distribuição: nacional
Preço: R$ 14,50
Classificação etária: livre
Última edição publicada: volume 3 (agosto)
Onde estou comprando: banca

 * * *

9.   Yu Yu Hakusho Edição Especial


Eu quis ter começado a coleção de Yu Yu Hakusho na época do lançamento, mas pelo grande volume de compras feitas e por já ter a edição de luxo japonesa completa, decidi não colecionar por enquanto. Bom, em julho, numa volta pela banca peguei os volumes 9 e 10 e comprei os anteriores em lojas virtuais (Livraria Cultura, Amazon e Comix).


Yusuke Urameshi – um jovem delinquente rude, violento e impaciente – parece só dar dor de cabeça para sua mãe, professores e vizinhança. Até que, um dia, depois de salvar um garotinho, acaba morrendo atropelado por um carro. Porém, como sua morte não era esperada pelo Mundo Espiritual, a ele é dada a chance de voltar à vida caso consiga passar pelo Teste da Ressurreição. Acompanhado de Botan, a guia do Mundo Espiritual, Yusuke irá viver aventuras sobrenaturais até poder retornar ao seu corpo.


Yu Yu Hakusho 
Autor: Yoshihiro Togashi
Publicação original: Revista Shonen Jump, de 1990 a 1994.
Status: finalizado
Total de volumes: 19
Editora: Shueisha
Demografia: Shōnen

Edição Nacional
Formato: 13,5 x 20,5 cm
Papel: offset
Capas internas coloridas: não (brancas)
Páginas internas coloridas: não
Orelhas: não
Média de páginas: 200
Periodicidade: mensal
Distribuição: nacional
Preço: R$ 14,90
Classificação etária: maiores de 16 anos
Última edição publicada: volume 11 (agosto)
Onde estou comprando: banca

 * * *

10.               Zero Eterno


Zero Eterno foi publicado originalmente na forma de romance escrito por Naoki Hyakuta, publicado pela Ohta Shuppan e Kodansha Bunko, em 2006. A obra alcançou, em 2013, a marca de mais 3 milhões de cópias vendidas (atualmente ultrapassando os 4 milhões), tornando-se o livro mais vendido do país. Além do mangá, Zero Eterno também foi adaptado para o cinema em 2013 – o filme venceu a categoria de “Melhor Filme” do 38º Japan Academy Awards – e em 2015 para uma minissérie de TV em três capítulos.

Histórias relacionadas à Segunda Guerra Mundial sempre atraem o meu interesse. Então, não poderia deixar de comprar Zero Eterno. Estou comprando os volumes para dar de presente ao meu marido, que também gosta muito dessa temática. Não li nenhum volume ainda, pois preferi adiar a leitura para quando a publicação já estiver concluída.


Kentaro Saeki, um jovem de 26 anos, sente que sua vida está estagnada: há alguns anos reprovando no Exame Nacional de Advocacia, o rapaz sente falta de algo que o faça ter motivação e fazer o “motor” da sua vida funcionar. Até que, um dia, sua irmã o contrata para uma importante pesquisa: descobrir quem foi Kyuzo Miyabe, seu verdadeiro avô, homem que batalhou nos céus da Guerra do Pacífico de 60 anos atrás, pilotando um caça Mitsubishi A6M Zero, e morreu em missão pelo Tokkotai, a esquadra de pilotos suicidas muito atuante durante a Segunda Guerra Mundial. A partir disso, Kentaro vê sua vida finalmente tomar um rumo ao descobrir mais sobre os valores e o modo de pensar de quem sobreviveu a esse passado não tão distante e confrontá-los com o presente que não parece entendê-los.


Zero Eterno
Autor: Souchi Sumoto (arte), Naoki Hyakuta (história original)
Publicação original: Revista Mangá action, de 2010 a 2012
Status: finalizado
Total de volumes: 5
Editora: Futabasha
Demografia: Seinen

Edição Nacional
Formato: 13,5 x 20,5 cm
Papel: offset
Capas internas coloridas: não (brancas)
Páginas internas coloridas: não
Orelhas: sim
Média de páginas: aprox. 200
Periodicidade: mensal
Distribuição: Livrarias e lojas especializadas
Preço: R$ 23,90
Classificação etária: maiores de 16 anos.
Última edição publicada: volume 4 (agosto)
Onde estou comprando: Livraria Cultura / Comix Book Shop

  * * *

11.               Zetsuen no Tempest


É uma pena que Zetsuen no Tempest venha para minha cidade na fase 2, pois meus dois primeiros volumes vieram com uma aparência de quem rodou muito. Eu li os três primeiros volumes e estou assistindo ao anime. Não sei se vou parar e esperar o quarto volume, porque eu sou muito ansiosa. E eu quero saber o que vai acontecer! :)


Baseado em “A Tempestade” de Shakespeare. Quando a Terra se cansa dos abusos da humanidade ao longo dos séculos e a civilização corre risco de extinção, dois garotos comuns se envolvem nesta guerra pelo futuro do planeta.


Zetsuen no Tempest
Autor: Kyou Shirodaira; Arihide Sano, Ren Saizaki.
Publicação original: Revista Monthly Shōnen Gangan, de 2009 a 2013.
Status: finalizado
Total de volumes: 10
Editora: Square Enix
Demografia: Shōnen

Edição Nacional
Formato: 12 x 18 cm
Papel: brite 52g
Capas internas coloridas: sim
Páginas internas coloridas: não
Orelhas: não
Média de páginas: aprox.
Periodicidade: mensal
Distribuição: setorizada / fases
Preço: R$ 14,50
Classificação etária: maiores de 16 anos
Última edição publicada: fase 1: 7º volume; fase 2: 3º volume (agosto)
Onde estou comprando: banca



Se você está acompanhando algum título também, compartilhe comigo nos comentários! Ok?

~Nana~