terça-feira, 28 de julho de 2015

[Aquisições] Collection Haul 2015 – Parte 7 / B


Olá! Estou de volta com a segunda parte da sétima postagem com conjunto de aquisições deste ano. Darei continuação aos comentários sobre os itens que estão listados em “Collection Haul 2015 Parte 7 / A”. Vamos lá!

“Poesia Completa de Cecília Meireles” foi outra compra que teve sua cota de decepção. Não pela obra em si, mas pelo fato de a caixa ter chegado um verdadeiro lixo, com danos irreparáveis. Eu não sei por que os livros chegaram inteiros. Quando eu vi a caixa, só conseguia pensar que eles estivessem em pior estado.

Mas também, né, Nova Fronteira, essa caixa mais parece descartável do que item de colecionador. Pelo amor de deus! Coisa horrível! E a Amazon.com.br não ajudou em nada. Mandou a caixa dentro de outra com proteção insuficiente. Enfim, um descaso total. Não fiz troca, pois é uma chateação e fiquei traumatizada com o extravio anterior. Então, fiquei com meu produto assim mesmo.

Dá para notar a fragilidade do plástico.





Fora isso, gente, que edição linda! Com capa dura e com muitas fotografias da Cecília! As obras reunidas na coleção estão muito bem organizadas e tem até reprodução das capas! O papel é um pouco fininho, mas não é nada que seja insuportável.










Eu acho que nem é mais novidade que estou colecionando “Steins;Gate”, pois já mostrei na páginado blog no Facebook. Esse primeiro volume tem quatro páginas coloridas em papel couché. Já tenho também o volume 2 e o terceiro eu deixei reservado na banca. Esse volume já foi lido e comecei a ler o segundo. Ah, também estou revendo o anime, que comecei a assistir em 2012 e não concluí. 









Adquiri também o segundo livro da novela gráfica de “The Strain”. Eu preciso ler o primeiro volume ainda neste ano. Para quem não sabe, tem uma série baseada no livro que está sendo exibida desde julho do ano passado pelo FX. E a segunda temporada já começou!






 Essa propaganda na capa é um adesivo removível.









“Lavagem” de Shiko é um quadrinho nacional que me surpreendeu bastante! Que obra incrível! Desde a capa até o encerramento da narrativa. O traço carregado de Shiko é fantástico e a edição da Editora Mino ficou excelente!





“Rakushisha” é o primeiro livro que comprei da Adriana Lisboa e também foi o primeiro que li dela. Fala sério... Que capa linda! E, é lógico que eu comprei esse pela capa e, é lógico que eu comprei também pelo título e pelo fato de a história se passar no Japão e ter relação com Bashō. A história é bem tocante. A escrita da Adriana me agradou muito! Com certeza comprarei outros livros dela. Amo as capas da Alfaguara (Objetiva).





Finalmente comprei os quatro volumes de “As Brumas de Avalon” de Marion Zimmer. Esses livros, não sei por que, eram vendidos a um preço bem “salgado” (preço de capa R$ 44,00 cada). E a edição nem tem nada de especial. Eu comprei os quatro juntos numa promoção da Amazon.com.br por, pasmem, R$ 46,90! Tinha como não comprar? Não, né? Livros comprados e guardados. Só vou ler depois que tiver lido “Rei Arthur e os Cavaleiros da Távola Redonda”. 

Eu não sei dizer se gostei ou detestei essas capas praticamente iguais. Se não fosse pela lombada, pela variação no número do volume e no título, eu confundiria facilmente os livros. Eles têm orelha e o papel é branquinho. Só o tamanho da fonte no miolo que me incomodou um pouco. Eu prefiro o tamanho que é usado nos livros da Alfaguara.













Que eu sou amante de fábulas não é mais novidade. Mas já falei que gosto muito do trabalho do Millôr? Juntando fábulas, ilustração e o estilo irreverente de Millôr Fernandes dá o quê? “100 Fábulas Fabulosas”! O livro tem papel amarelado (papel off-white 90g/m2).











E para finalizar mais alguns volumes de mangás que estamos colecionando também: “Zero Eterno” e “Green Blood”. “Zero Eterno” foi comprado para dar de presente para o meu marido. Quando eu vi a sinopse, pensei: esse tipo de história é a cara dele. Apesar de eu gostar bastante também. Mas, como ele não curte mangás do tipo shoujo, esses vão para a coleção dele.






“Green Blood” #1 foi visto primeiro por ele nas bancas e, por isso não fui eu que comprei. Esse volume foi mostrado no “Collection Haul” passado. E eu, ansiosa que sou, comprei logo os outros volumes (os cinco volumes já tinham sido lançados – fase 1) na Livraria Cultura. O quinto volume só vai aparecer aqui no blog mais adiante, pois foi comprado em outra encomenda. As capas seguem o mesmo estilo do volume um mostrado aqui. São todas do tipo “capa espelhada”.




















 Eu coloquei os mangás fora de ordem. Ignorem.

Até a próxima!

~Nana~