quinta-feira, 30 de maio de 2013

[Fora da Caixa] Yū☆Yū☆Hakusho (幽☆遊☆白書) ~ Kanzenban (完全版) ~ Vol. 01 ao 15 ~ (Yoshihiro Togashi - 冨樫 義博)


Neste post falarei mais detalhadamente sobre a coleção de mangás de Hakusho em formato Kanzenban, edição japonesa adquirida há algumas semanas. Conforme eu disse anteriormente, o conjunto foi comprado em abril e chegou nesse mesmo mês, poucos dias depois. Antes de falar sobre essa compra e como os mangás chegaram, vou comentar um pouco sobre a série, apesar de duvidar que você não a conheça.

Hakusho ~ o mangá e o anime

Hakusho (em japonês 白書) é uma série escrita e também desenhada por Yoshihiro Togashi (冨樫 義 ~ Togashi Yoshihiro) – mesmo autor de Hunter x Hunter – e adaptada posteriormente para anime (Estúdio Pierrot) com 112 episódios exibidos no Japão de outubro de 1992 a janeiro de 1995.  A série foi publicada primeiramente na revista Weekly Shōnen Jump (Editora Shueisha) de dezembro de 1990 a julho de 1994 e também compilada em mangá com 19 volumes em formato tankōbon (contendo ao todo 175 capítulos), de abril de 1991 a dezembro de 1994. Todas as capas dessa primeira edição do mangá podem ser vistas aqui.

Dez anos depois da última publicação, o autor relançou o mangá num formato maior com mais capítulos por volume, capas diferentes, páginas coloridas em um conjunto de 15 volumes – de agosto de 2004 a março de 2005. No Brasil, a editora JBC publicou o mangá com 38 volumes entre os anos de 2002 e 2004.  Recentemente (novembro de 2010 a outubro de 2011), o mangá foi publicado em formato bunkōbon – (formato pequeno, mais acessível, prático – “de bolso”). A nossa edição é a kanzenban, e é sobre ela que vou falar mais um pouco.

Sobre o formato comprado: Kanzenban

Confesso que alguns mangás no formato kanzenban não me interessam tanto quanto o formato tankōbon, apesar deste ser de qualidade um pouco inferior e com páginas não coloridas. Mas, indiscutivelmente, essa edição em kanzenban de YūHakusho é fantástica! As capas, as ilustrações, a textura delas, o papel, a gramatura, as cores... uma edição linda, linda, linda demais! Há algum tempo que ele expressava o desejo de comprar a coleção inteira de mangás de YūHakusho e quando vimos todos os volumes disponíveis ainda na Amazon (japonesa), nem nos demos ao trabalho de procurar anúncios da edição tankōbon.  São 15 volumes, todos com jacket e algumas páginas internas são totalmente coloridas. O papel tem qualidade superior tanto na gramatura quanto na impressão.

Valores: custo do mangá + taxas de envio e manuseio

Vamos falar agora de valores. Eu costumo dizer que essa coisa de “barato” e “caro” é relativa, pois depende de diversos fatores. Cada volume (novo) custa ¥ 1.200. Faça as contas: 15 volumes a ¥ 1.200 dá ¥ 18.000. Em real, isso custa algo em torno de R$ 377,00 (valor aproximado ~ lembrando que a taxa de câmbio varia conforme o dia). Ou seja, cada volume custou em média uns R$ 25,00. Se formos levar em conta o preço dos mangás no Brasil, e levando em conta também que isso é uma kanzenban, sim, isso é barato! Porém, porém, porém... O preço que mencionei não considerou os valores de “custo de envio e taxas”, que vai depender da distância, local para o qual será enviado o produto. Ah, aí, o preço fica um pouco mais “salgado”. Mas ainda assim, vale a pena!

Essa custou uns R$ 525,00. Cada volume, então, custou em média uns R$ 35,00. É barato? É caro? Depende do quanto você está disposto a desembolsar por uma edição dessas; Depende do quanto você é fã da série; Depende se você tem interesse em ler um mangá todo em japonês; Depende... Enfim, é pessoal. Eu acho que o preço é razoável. E como se trata de um produto que não está à venda no Brasil, que se esgota rápido e que nós queríamos muito, o preço pago foi bem investido. Além disso, não sei se influenciou no valor das taxas extras, mas a Amazon mandou os mangás em duas remessas, isto é, para cada remessa foi cobrada uma taxa diferente que, creio eu, talvez tenha relação com a quantidade de itens.

Condições de chegada da encomenda

As duas remessas chegaram no mesmo dia. Na primeira caixa vieram os volumes 1, 4, 5, 6, 7, 10, 11, 12, 13, 14 e 15. Na segunda caixa, os volumes 2, 3, 8 e 9. A primeira caixa que veio é e-nor-me e os mangás só não vieram saracoteando porque estavam envoltos num plástico que os prendia a uma estrutura de papelão colada ao fundo da caixa. Mesmo assim, não foi o suficiente. “Inexplicavelmente”, esse plástico que é bem resistente cedeu e rasgou. Alguns mangás escapuliram da embalagem plástica para dentro da caixa e algumas das tirinhas (Como é o nome daquilo? Meu sensei de língua japonesa até me disse, mas eu esqueci o nome) com propaganda por cima da jacket infelizmente romperam [L]. Parece uma bobagem da minha parte... Mas eu guardo até mesmo aquilo. E não ligo para a opinião de quem pensa o contrário. [XD]

Fora esse detalhe “trágico”, os mangás chegaram em boas condições (ainda bem!). Sem amassados, sem rasuras, sem dobras... Ufa! E o mais importante: chegaram bem rápido! Compramos no dia 05 de abril e recebemos as duas caixas exatamente 10 dias depois – 15 de abril. Selecionei algumas fotos da abertura da caixa e mais algumas com detalhes da edição. Farei ainda (não tão breve) uma análise desse conjunto, falando de aspectos (externos e internos) que não foram mencionados neste texto.





Algumas outras fotos podem vistas neste álbum no Flickr. Até!


8 comentários:

  1. Muito tudo essa coleção. Acho que a tirinha que envolve a edição se chama O.B.I... Não tenho certeza. As taxas a que se refere são taxas administrativas da empresa de fretagem, certo? Já que livros e impressos não são tributados. Parabéns e obrigado por compartilhar as imagens e experiência.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Jucier. Desculpe pela demorar em responder teu comentário. Fiquei um tempo sem postar no blog. Muito obrigada por mencionar o nome da tirinha. Eu realmente não me lembro do nome. Quanto às taxas: são as de manuseio que variam muito de acordo com a encomenda. Obrigada por teu comentário!

      Excluir
  2. eu tenho o art book..bem legal tbm!

    ResponderExcluir
  3. Muito obrigado por essa analise, em dentro de alguns meses pretendo começar a comprar mangás em JP pois não aguento mais essa qualidade porca das editora BRs.
    Mesmo "ainda" não sabendo japonês vou coleciona-las.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa sorte nessa nova aventura colecionista! O chato é que com a alta do dólar, os produtos importados estão extremamente caros...

      Excluir
  4. também queria pegar essa coleção, muito bonita, parabéns!

    ResponderExcluir

コメントをありがとう! Obrigada pelo comentário!